Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Valongo aposta na reflorestação

Notícias
  • Cia amoportugal 3 1 1024 450
    Cia amoportugal 3 1 139 90
  • Cia sapadores 2 1 1024 450
    Cia sapadores 2 1 139 90
  • Costalameiro 2 1 1024 450
    Costalameiro 2 1 139 90
  • Fontelhas ebscampo 1 1 1024 450
    Fontelhas ebscampo 1 1 139 90
  • Val rias hectare 2 1 1024 450
    Val rias hectare 2 1 139 90
31 Julho 2017

O município de Valongo tem atuado de forma consistente na gestão e valorização da floresta nativa, quer através do trabalho regular assegurado pelos próprios serviços, quer organizando iniciativas com entidades parceiras.
Na Serra de Santa Justa, por exemplo, foram já plantadas no âmbito do projeto FUTURO 15.508 árvores e arbustos autóctones e há outras áreas a ser intervencionadas, nomeadamente junto a linhas de água, num total de mais de 28 hectares.
As atividades de plantação são as que cativam mais a atenção do público, mas a aposta na manutenção é também fundamental, pelo que dinamizam-se ao longo do ano muitas ações de monitorização, silvicultura e controlo de espécies invasoras, que são de facto essenciais numa estratégia integrada de gestão florestal, dado que previnem incêndios e promovem o bom crescimento das árvores e arbustos plantados.
São vários os exemplos:
Os Sapadores Florestais são uma equipa de profissionais que trabalha diariamente na prevenção de incêndios florestais. Este ano o seu plano de ação incluiu a gestão de matos em cerca de 3ha de área reflorestada e o apoio a ações escolares.
A Lipor apoia a manutenção de áreas plantadas através do projeto FUTURO, no âmbito do programa HECTARE, que teve início este ano. Valongo beneficia deste apoio em 8ha, durante quatro anos.
Decorreram também várias ações com grupos escolares e voluntários, que incluíram descasque de acácias, limpeza de caldeiras, colocação de estacas, etc. Participaram na organização destas atividades o CRE.Porto, a Escola Básica e Secundária de Campo e a Escola Secundária de Valongo (ambas integrantes da Rede de Escolas do FUTURO) e a associação AMO Portugal.
No conjunto destas atividades, este ano, contabilizam-se mais de 15 hectares de manutenção de área reflorestada em Valongo.
Nas fotografias é bem visível o contributo dos profissionais, dos alunos e dos voluntários para este objetivo comum - promover a nossa floresta nativa.