Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Educação

Valongo, Cidade Educadora

Em Maio de 2015, o Município de Valongo aderiu à Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), passando a integrar os 56 Municípios que constituem a Rede Territorial Portuguesa de Cidades Educadoras, organismos que promovem a troca e partilha de experiências, no âmbito da Educação não formal em toda a sua abrangência, e que entendem a cidade como um espaço de oferta de importantes elementos para uma formação integral do indivíduo.

O movimento das Cidades Educadoras teve início no ano de 1990, em Barcelona, onde um grupo de cidades, com o objetivo de trabalhar conjuntamente em projetos e atividades para melhorar a qualidade de vida dos habitantes, outorgou uma série de princípios, assumindo-os como modelo de atuação e sintetizados na Carta das Cidades Educadoras.

O conceito de Cidade Educadora tem na sua génese a ideia de que educar é uma responsabilidade de toda a sociedade, e de que a Educação não se deve centrar exclusivamente na Escola, sendo um direito de todos e ao longo de toda a vida. De acordo com a Carta das Cidades Educadoras (AICE; 2004) “Todos os habitantes de uma cidade terão o direito de desfrutar, em condições de liberdade e igualdade, os meios e oportunidades de formação, entretenimento e desenvolvimento pessoal que ela lhes oferece”.

Conscientes de que a Educação é um eixo fundamental do nosso crescimento social e tem que merecer a nossa atenção permanente, o caminho percorrido por Valongo enquanto Município Educador, materializado no nosso Projeto Educativo Municipal e Plano de Ação, clarificam e sustentam a vontade de Valongo em construir uma cidade democrática, solidária e inclusiva, para todas as pessoas, em todos os tempos e espaços das suas vidas, prevendo e articulando os recursos para a construir e sequenciando e priorizando as etapas do percurso que permitirá atingi-la.

Este é o nosso desafio: Trabalhar de forma articulada e em rede para garantir o acesso de todos à rede educadora, à rede da informação, e que a educação chegue a todos e todas e de igual forma ao longo da vida.

Ser cidade educadora é um compromisso de todos (municípios, sociedade civil pública e privada), na construção de uma cidade mais educadora, cidadã, democrática e solidária. Nesta linha de atuação, desafia-se todas as instituições a divulgarem as suas experiências e boas práticas promotoras dos princípios consagrados na Carta das Cidades Educadoras.

A Educação é um direito e uma responsabilidade de todos e todas.