Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Proteção Civil inicia distribuição de máscaras em todo o concelho

COVID-19Notícias
Proteção Civil  inicia distribuição de máscaras em todo o concelho
img_3658
img_3656
img_3567
img_3618
img_3582
img_3565
28 Maio 2020

A Proteção Civil Municipal de Valongo já começou a distribuição de máscaras comunitárias, certificadas e reutilizáveis, em simultâneo em todas as freguesias do concelho. Nos próximos dias serão entregues mais de 100.000 máscaras nas cidades de Alfena, Ermesinde e Valongo e nas vilas de Campo e Sobrado.
“Entramos numa fase decisiva de desconfinamento, onde o comportamento de cada um é fundamental para proteger toda a comunidade e travar esta pandemia. Estamos a fazer tudo para que a adaptação à nova normalidade nos permita construir uma sociedade mais forte e coesa”, considerou o Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro.
O autarca que participou no primeiro dia de distribuição, apelou à população para que utilize sempre as máscaras em espaços públicos e em conjunto com todas as outras medidas de proteção contra a Covid-19: distanciamento físico, etiqueta respiratória e lavagem frequente das mãos e das superfícies. “O regresso às diversas atividades do dia-a-dia tem de ser feito sem medo, mas com cautela e segurança máxima e isso só é possível com equipamentos de proteção individual devidamente certificados pelas autoridades de Saúde e acessíveis para todos”, salientou.
“Fizemos um elevado investimento, cerca de 200 mil euros, porque nesta luta contra a Pandemia temos um dever de tudo fazer para ajudar e ensinar a nossa comunidade a defender-se. Ninguém pode ficar desprotegido neste período pós-confinamento, sob pena de se comprometerem os bons resultados entretanto alcançados pela população que ficou em casa. O uso de máscara em locais públicos protege-nos a todos e o facto de serem reutilizáveis protege o meio ambiente”, concluiu José Manuel Ribeiro.
A distribuição das máscaras devidamente certificadas pelo CITEVE é feita em conjuntos de três máscaras através da caixa de correio das cinco freguesias do concelho. Às famílias que justifiquem a necessidade serão feitos ajustamentos.