Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Elevada adesão na primeira sessão participativa do Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto

Notícias
Elevada adesão na primeira sessão participativa do Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
27 Fevereiro 2018

A Associação de Municípios Parque das Serras do Porto está a promover um amplo processo participativo com vista à elaboração do Plano de Gestão, que se pretende aberto a todos os atores e à comunidade local. A primeira sessão deste processo de construção do Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto realizou-se na Escola Básica da Azenha, em Campo, e decorreu com elevado nível de adesão, contando com várias dezenas de participantes e intervenções pertinentes. Prevenção de incêndios, segurança, vigilância, despoluição dos rios e acessibilidades foram algumas das questões abordadas.
“Estamos a construir um plano estratégico que será um documento guia, o GPS, para os próximos 20 anos de gestão do Parque das Serras do Porto, esta autêntica infraestrutura verde metropolitana que será um legado para o futuro. Com este conhecimento profundo, com uma agenda e compromissos comuns vamos ter uma belíssima gestão”, referiu o Presidente da Câmara Municipal de Valongo e do Conselho Executivo da Associação de Municípios Parque da Serras do Porto, José Manuel Ribeiro, na abertura da sessão. “Vamo-nos concentrar no que é fundamental e naquilo que nos une que é o amor por estas Serras”, disse.
Após uma fase preparatória em que foram promovidos diversos estudos em temáticas relevantes para o território, como a floresta e a prevenção de incêndios, geologia e ouro, património biológico e património cultural, a Associação de Municípios Parque das Serras do Porto avança para um processo inovador a nível nacional, aberto à participação de todos.
O processo participativo do Plano de Gestão do Parque das Serras do Porto integra três fases distintas. Entre 23 de fevereiro e 23 de março, procurar-se-á estabelecer uma agenda comum que integre as visões sobre o território do Parque dos membros da comunidade, identifique os principais recursos e problemas, compreenda o cenário atual e gere novas ideias de utilização e valorização, dando início ao desenvolvimento de propostas e criando redes de atores em torno de interesses comuns.
Segue-se, de abril a junho, nova ronda participativa pelos três concelhos que dão corpo ao Parque das Serras do Porto, tendente à definição de uma ação comum, consolidando-se e aprofundando-se propostas por áreas temáticas e definindo-se ações experimentais a realizar em julho. O processo conta com a coordenação da arquiteta paisagista Teresa Andresen, envolvendo também uma equipa da Universidade de Aveiro, liderada pelo Professor José Carlos Mota.
A fase participativa estará concluída até ao final do ano, altura em que será possível estabelecer acordos de compromisso e parceria entre os diferentes atores do território, autarcas, associações, empresas, proprietários, etc..
Calendário:

fase 1 | Uma Agenda Comum
23/02 – Diagnóstico e Visão - Escola Básica da Azenha, Campo-Valongo
09/03 – Necessidades e Recursos - Centro Escolar de Recarei, Paredes
23/03 – Propostas – Escola Básica do Passal em S. Pedro da Cova, Gondomar

fase 2 | Uma Ação Comum
20/04 – Propostas e Ações- Escola Básica da Azenha, Campo-Valongo
18/05 – Propostas e Debate com Especialistas - Centro Escolar de Recarei, Paredes
15/06 – Propostas e Planeamento de Ações Experimentais – Escola Básica do Passal em S. Pedro da Cova, Gondomar

fase 3 | Um Compromisso Comum
Em data a definir – Acordos de Compromisso e Parceria

Os interessados em participar poderão inscrever-se remetendo um e-mail para serrasdoporto@gmail.com, devendo aguardar confirmação, dado que as inscrições estão limitadas à capacidade das salas. O processo também pode ser acompanhado através do site www.serrasdoporto.pt.
O Parque das Serras do Porto é um projeto inovador e ambicioso que está a ser desenhado desde 2014 pela mão dos municípios de Valongo, Paredes e Gondomar, que partilham um território com cerca de 6.000 hectares que inclui as Serras de Santa Justa, Pias, Castiçal, Flores, Santa Iria e Banjas. Nesta área já classificada como Paisagem Protegida Regional, os visitantes podem desfrutar da imensa beleza cultural e paisagística de serras, vales e rios. Num território que já foi mar, podem descobrir-se as trilobites (animais marinhos muito mais antigos do que os dinossauros), minas de ouro subterrâneas com 2.000 anos (o maior complexo do género do Império Romano), aldeias pitorescas, plantas e animais raríssimos, entre outras maravilhas de um local que é também o “livro geológico” mais antigo de Portugal.
O Parque das Serras do Porto destaca-se na paisagem urbana da Área Metropolitana do Porto, sendo um importante ativo da região honrado com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Trata-se da primeira infraestrutura verde metropolitana que está a ser construída em Portugal, num território ímpar com imenso potencial recreativo, turístico, produtivo, mineiro e desportivo, gerador de mais-valias económicas para a população.