Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Centro de Cidadania Digital de Valongo aberto a toda a comunidade

Notícias
Centro de Cidadania Digital de Valongo aberto a toda a comunidade
image title
image title
image title
image title
24 Abril 2018

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, inauguraram oficialmente o Centro de Cidadania Digital do Concelho de Valongo. Localizado em Ermesinde, no Edifício Dr. Faria Sampaio ao lado da Loja do Cidadão, o Centro de Cidadania Digital de Valongo é um espaço de inovação social aberto a toda a comunidade, inclusive aos jovens que já não estudam, mas também não trabalham.

Tiago Brandão Rodrigues salientou o carácter único e a importância deste equipamento para “construir cidadãos plenos”, considerando que as “é preciso aprender todos os dias e ganhar novas competências digitais”.

José Manuel Ribeiro salientou “o impacto social deste projeto, que permitirá aos jovens que não estudam nem trabalham descobrir que também têm um talento”. O autarca adiantou ainda que será criado um segundo Centro de Cidadania Digital no concelho, desta feita no eixo Valongo/Campo/Sobrado.

O Centro de Cidadania Digital do Concelho de Valongo está tecnologicamente equipado e preparado para receber todos os cidadãos que queiram participar de forma ativa na resolução de desafios relacionados com emprego; inclusão social e digital; democracia participativa, com a dinamização do concelho, entre outros. Este projeto resulta de uma parceria da Câmara Municipal de Valongo com o CDI Portugal - ONG de inclusão social e inovação digital, que disponibilizará ferramentas digitais a todos os cidadãos, de forma gratuita, como meio para aproximar a comunidade da participação nas políticas públicas e na resolução de problemas identificados pelos mesmos.

"Num mundo em constante mudança, é fundamental capacitar todos os cidadãos para os desafios que se colocam no futuro, tornando-os social e digitalmente integrados e, nesse sentido, mais autónomos, participativos e qualificados", afirmou o diretor executivo do CDI Portugal, João Baracho.