Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Sopa Seca em votação para ser uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal

Alertas e AvisosNotícias
Sopa Seca em votação para ser uma das 7 Maravilhas Doces de Portugal
11 Julho 2019

A votação para as 7 Maravilhas Doces de Portugal está aberta até ao dia 16 de julho.

Vote na Sopa Seca de Valongo através do 760 107 077. Custo da chamada: 0,60 € + IVA.

Valongo, terra do pão e do biscoito criou, naturalmente através dos tempos, algumas tradições e costumes referentes a estes produtos, que foram passando de boca em boca e de família em família e, assim, chegaram aos nossos dias.

A SOPA SECA é uma dessas tradições! Teve origem em tempos imemoriais, sendo referenciada na Arte de Cozinhar (primeira obra culinária escrita em português), datada de 1680 e apresentada como acompanhamento de pratos salgados, devido à falta de batata, arroz e massa, tão comuns nos nossos dias. Passou a sobremesa nos tempos menos fartos, ao aproveitar sobras de pão recesso. Hoje é um doce de tradição, muito apreciado pelos Valonguenses, e usado em épocas festivas – Carnaval e pela Festa dos Santos - muito ecológico, porque recicla um bem tradicionalmente produzido no concelho, evitando o seu desperdício e elevando-o a outro nível, através da adição de simples elementos que temos em casa. Por ter chegado tão longe no tempo, merece ganhar para continuar a ser testemunho de que a necessidade aguça o engenho e menos é mais.

As receitas, que se conhecem, são simples e podem ser enriquecidas com ingredientes nelas incorporados (como, entre outros, amêndoas, passas, mel), não havendo uma receita única. A maneira mais comum e simples é a que se apresenta, podendo ser adaptada ao gosto de cada um.

Para confecionar a sopa seca é preciso pão, água, açúcar, canela em pau e em pó, casca de limão, ovos e uma caçarola, preferencialmente, de barro.
Faz-se uma calda leve de água e açúcar, com o pau de canela e a casca de limão, deixando ferver cerca de 5 minutos e depois tira-se do lume para arrefecer. À parte, num prato, mistura-se açúcar com canela em pó, que servirá para polvilhar o fundo da caçarola onde será feita e entre as sucessivas camadas de pão. De seguida, batem-se os ovos inteiros.
Corta-se o pão em fatias, molham-se bem na calda de açúcar aromatizada, passam-se por ovo batido e colocam-se em camadas na caçarola, até cerca de ¾ da altura, polvilhando cada camada com açúcar e canela em pó.
Vai a cozer a 200º durante cerca de 30 minutos e mais 60 minutos a 180º. Cerca de metade do tempo deve estar coberta para não queimar. Depois destapa-se para gratinar a gosto.
Serve-se quente.

#7MaravilhasDocesdePortugal #7Maravilhas #7MaravilhasdePortugal #SopaSecaValongo #SopaSeca #Valongo #madeinValongo