Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

Casa do Xisto - A Arte para a (D)Eficiência já tem logótipo

Notícias
Casa do Xisto - A Arte para a (D)Eficiência já tem logótipo
57538078_812496755772924_4575469724611117056_n
26 Abril 2019

A «Casa do Xisto- A Arte para a (D)Eficiência» já tem logótipo oficial. A imagem foi escolhida em concurso e a vencedora foi Susana Francisco. 

56981980_807436019612331_6775574530237661184_n

A «Casa do Xisto: A Arte para a (D) eficiência» é um projeto destinado à pessoa com deficiência, no sentido de estimular a sua autonomia e bem-estar, intervindo diretamente no problema social identificado: défice de espaços de ocupação para a pessoa com deficiência. Conscientes da importância de uma atuação diferenciada e inovadora, surge como reposta pontual e continua em áreas especificas como as artes, os ofícios e o desporto de forma focalizada e individualizada,
respondendo igualmente à necessidade de potenciar desenvolver capacidades individuais capazes de legitimar o lugar social da pessoa portadora de deficiência.
Com o individuo no centro de toda a ação, temos como objetivo disponibilizar um serviço de excelência e proximidade, mas acima de tudo um serviço que responda às dificuldades sentidas por este público e respetivas famílias, trabalhando na e com a comunidade para a construção de mudanças no sentido de uma sociedade mais justa e equitativa.

Mais do que uma resposta de ocupação, este projeto apresenta-se como impulsionador de novas capacidades, conquistas e equidade social pelo reconhecimento do lugar social da pessoa com deficiência.
- Oferta de espaços com atividades de ocupação de tempos livres, lúdicas, recreativas, desportivas, artísticas e oficinais;
- Dinamização de oficinas de Artes adaptadas e ajustadas, em pequeno e grande grupo;
- Dinamização de oficinas de Desporto adaptadas, em pequeno e grande grupo;
- Dinamização de espaços/oficinas promotores do desenvolvimento de competências profissionais, sociais e relacionais;
- Promoção do conforto e qualidade de vida através de espaços de terapia (sala snoezelen, sala soft-play, sala de Arteterapia, sala de Terapia Ocupacional, sala de Realidade Virtual);
- Ações de sensibilização com o tecido empresarial e gestores autárquicos para a criação/adaptação de espaços, políticas e lugares que visem a inclusão social ativa.

O Município de Valongo é o Investidor Social deste projeto dinamizado pela EducaSom - Associação de artes e cultura, cofinanciado pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Social Europeu, na linha Parcerias para o Impacto 2018. 

Este pojeto objetiva-se em promover a inclusão da pessoa com deficiência através das ARTES! Em 2015 nasce (OTL Especial @rte _ formato pontual) para cumprir o objetivo de minorar as desigualdades sociais no que respeito ao igual acesso de serviços, cultura e artes, das pessoas com deficiência, cumprindo o duplo objetivo de permitir às famílias a conciliação da sua vida social, profissional com a vida familiar.
De projeto de um mês ano, passou a projeto de 11 semanas ano, logo no ano seguinte, o que se justifica pela pertinência e urgência desta tipologia de resposta, assim como os reconhecimentos públicos a nível nacional : Boa Prática de inclusão pela Arte pela ANACED ( Manual de Boas práticas de 2015) e projeto selecionado pela rede das Cidades Educadoras ( Boletim das Cidades Educadoras 2016) entre outras menções.
Em 2017 é escolhido pelo Município de Valongo para integrar o AMPlifica, (Iniciativa da área metropolitana do Porto) onde em contexto de aceleradora de projetos, prepara uma candidatura na linha das Parcerias para o Impacto | Portugal 2020, que conta com o Município de Valongo como parceiro/investidor Social.
Em dezembro de 2018 a candidatura é aprovada e o projeto inicia assim em formato continuo. Encontra-se atualmente em fase de preparação que implica recrutamento, formação, aquisição de bens e serviços assim como a reabilitação e adaptação do espaço físico.
Projeta-se a sua abertura oficial em 2019.

Prémios
- Reconhecimento de boa prática pela ANACED (Associação Nacional de Arte e Criatividade de e para Pessoas com Deficiência) através do Manual "A Arte Pertence a Todos (Boas Práticas de Inclusão Artística e Cultural)" 2015;
- Eleito "Projeto Referência" pelo boletim das Cidades Educadoras;
- Projeto selecionado para representar o Município de Valongo na AMPlifica (aceleradora de impacto).