Passar para o Conteúdo Principal Top
logótipo CMV
Perguntas Frequentes   Facebook Twitter Instagram Flickr Youtube ISSUU RSS feed
 

“Chave de Afetos” chega a 100 seniores de Valongo

Notícias
“Chave de Afetos” chega a 100 seniores de Valongo
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
image title
26 Junho 2019

O Município de Valongo aderiu ao projeto «Chave de Afetos» da Santa Casa da Misericórdia do Porto, que tem como principal objetivo minimizar e prevenir os riscos do isolamento da população sénior residente em Valongo, promovendo o seu bem-estar e permanência no domicílio.

O projeto foi apresentado publicamente no dia 26 de junho, na presença do Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, e do Provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, António Manuel Lopes Tavares, que homologaram também o Acordo de Parceria com três entidades locais: Junta de Freguesia de Alfena; Junta de freguesia de Ermesinde e Centro Social e Paroquial de Santo André de Sobrado.

Estima-se que programa «Chave de Afetos» promova a inclusão social e as relações afetivas online e offline aos 100 seniores envolvidos a quem se quer passar uma sensação de segurança subjetiva essencial para que permaneça no seu domicílio, evitando os riscos de isolamento, institucionalização involuntária e custos associados.

Destinado a maiores de 65 anos sem retaguarda familiar com um rendimento per capita inferior ao salário mínimo nacional, o programa pretende criar uma rede integrada de entidades locais, através do serviço de teleassistência e recurso ao voluntariado, que sob a responsabilidade do técnico gestor de caso, monitoriza os idosos de forma continua.

Aprovado na reunião do executivo de 14 de fevereiro de 2019, o programa tem seis áreas de intervenção: capacitação de técnicos de gestão de voluntariado, monitorização do problema e avaliação do impacto social, gestão integrada e partilhada da informação, angariação e formação de voluntários, acreditação da rede Chave de afetos e integração de boas práticas e divulgação periódica dos resultados do programa.

O projeto enquadra-se no Plano e Desenvolvimento Social 2016/2020 e pretende criar mecanismos de proteção e acompanhamento à população sénior e implementar uma rede de apoio a seniores em perigo (pessoas isoladas, em solidão, vítimas de maus tratos e de negligência).

• Plano de ação:

- Identificar Potenciais Sinalizadores: PSP/GNR/Hospitais/Centros de Saúde/Farmácias/ Bombeiros/Rede de Vizinhança/IPSS/Igrejas/População em geral

- Criar a figura de gestor de caso: Figura central que une as partes envolvidas nos vários processos do Programa (técnicos de intervenção social da CMV, das Juntas de freguesia de Alfena e Ermesinde e Centro Social de Sobrado);

- Voluntariado Chave de Afetos: Angariação e formação de Voluntariado através do Banco Local de voluntariado da CMV;

- Upgrade Tecnológico: Teleassistência com dispositivo sensor de queda;

- Plataforma gestão integrada: Base de Dados/Registo de incidências/Monitorização/ Comunicação entre Parceiros/Proteção de Dados Pessoais/Resultados e impacto social